Páginas

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Invasão


As vezes a alegria chega de mansinho, vem pelos cantos, pelas beiradas, pela fresta da porta, invade e não pede licença, transforma, muda um ser inteiro e os que estão à sua volta, é preciso ter espaço e coragem para deixá-la fazer morada.

Celso Andrade

3 comentários:

Mistério do Planeta disse...

tudo belo como sempre.

passarei aqui depois c a l m a m e n t e !

quero ler suas palavras quietinha.

senti-lás... saborea-las... viajar no reino delas.



enquanto a esta alegria, se queres um conselho, a deixe morar dentro de si.

. disse...

achei um filme sobre " A R E N A S "

Robson Rogers disse...

Poe coragem nisso. Mas, ela é maravilhosa, depois que se perde o medo de deixar-se experimentar. Depois, o medo passa a ser outro, o de chegar a ver o dia em que esta passará.