Páginas

sábado, 10 de abril de 2010

Menina morena

Quanto a vida é besta te deixar ai assim nesse canto
perdendo esse sorriso,
esse encanto que tanto encanta os que ainda estão sóbrios,
menina morena, estou de birra com a vida,
não podemos surfar porque o mar hoje amanheceu quieto
sem ondas, triste sem você morena
hoje não saio de casa,
não canto, não falo,
peço apenas que Deus nos olhe e que seu olhar nos renove.

à Brunna Fachel


(Celso Andrade)

5 comentários:

Mistério do Planeta disse...

quantas dedicações...





que belo.

Magda disse...

Lindo Celso,
Brunna vai ficar muito feliz em saber, que muita gente tava torcendo por ela..

Carol disse...

Hey! Curti o blog, hein!
Se liga no concreto: http://concretismo.zip.net/
Muuuito foda!

Beijão!

Robson Rogers disse...

Deus Vai escutar. pode ter certeza. Abraço Celso. Saudades!

Brunna Fachel disse...

Eu voltei, Celso.. Renovada e com um sopro de vida diferente. Hj a maré tá alta e o sol forte tmb, mesmo que estivesse cinza hoje consigo so enxergar cor pela felicidade que estou.Obrigada pelo carinho, são pessoas como vc que me faz acreditar que o mundo não é tão ruim, que existe pessoas que vale tanto continuar acreditando e tu é uma delas.
me fez chorar viu?
Beijo