Páginas

terça-feira, 31 de agosto de 2010

O belo e o podre, quem nasceu primeiro?

; é segredo enquanto se acredita,
mais depois que você descobre o fundo,
acredite meu amigo..

O escondido atrás de cada rosto
O impronunciável dentro cada olhar
O pegar nas mãos é apenas simbolismo

Porque um dia vocês brigarão e tudo será posto cru na mesa,
e nunca se sabe quem estará preparado para servir-se.

Perderá tempo chorando
depois que a outra parte desviar o caminho para não topar contigo na rua.

Tentarás suicídio após desconfiar que
o beijo era só para abrandar a euforia dos corpos

São as pessoas, dirão se souberem que
o empirismo e a minha intuição não andaram juntos

É o mundo dos outros confrontando como seu
O meu? ninguém o sabe, nem eu o sei,
mas ando desconfiado da sua magnitude.
Porque,
Terás muita raiva quando souber que...


(Celso Andrade)

Um comentário:

* Felicidade Clandestina disse...

segue no sábado mesmo?

besos.