Páginas

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Esvaziamento afetivo

De que serviram aqueles beijos?
Devolve um por um,
Desfaz todos os ensaios
feitos da sua língua na minha boca
agora cospe toda minha saliva
nesses dias que ficamos juntos,
agora pega suas coisas
e seus mesquinhos sentimentos
e some, de vez!
não olha pra trás.
não fica, não marca,
a única coisa que sobrou...
foi esse espaço vazio que nos separam,
essas vidas díspares.

Celso Andrade.

Um comentário:

Robson Rogers disse...

Muito bom isso que escreveste. Vou guardar para postar futuramente no blog.

Abraço