Páginas

terça-feira, 29 de junho de 2010


Não temos culpa, só uma pergunta cuja resposta não precisa ser dada por mim definiria nossa vida, mais você é sempre fuga, é sempre a pergunta e a resposta que nunca serão feitas, juntos ou separados é sempre você. Mais cuidado, tenho um amor preguiçoso e indomável, quando ele cansar não terá volta, é sempre ele e você, nunca eu.


(Celso Andrade)

5 comentários:

disse...

Lindo isso!! parabéns!adorei seu blog tb! já to seguindo!Abraços

Felicidade Clandestina disse...

tentei. tentamos...

Ialy Darc disse...

Oi Celso sigo vc há um tempo e tomei a liberdade de colocar um de seus textos em meu blog, junto com o link daqui claro!
Se vc não gostar por favor me fala e eu retiro o texto. =)

http://ialydarc.blogspot.com/

Priscila Rôde disse...

Amor preguiçoso demora pra cansar quando ele já é cansaço!


Adorei!

Jaya Magalhães disse...

Achei interessantíssima a maneira como você brincou com as palavras, seu moço!

Gostei imenso daqui.

E agradeço tua visita que me foi caminho para encontrá-lo.

Beijo.