Páginas

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Era um dia desses qualquer
Eu dentro desse dia qualquer.

Dentro desse dia uma música
Dentre dessa música ninguém.

Esse dia pode ser hoje,
digo que é um dia qualquer
mesmo sendo hoje.

Há uma paisagem nesse dia
Nesse dia não chove
tampouco faz sol
o dia amanhece estático
até eu me movimentar;


(Celso Andrade)

2 comentários:

* Felicidade Clandestina disse...

a segunda parte - da carta do "Bonassi" já está no Reino.


beijo meu poeta.

deh ramos disse...

Me lembrou o Pessoa, mas com uma delicadeza incrível. Gostei demais desse teu cantinho.. Acredito que li uns muitos posts hoje. rs

Beijo grande.