Páginas

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Ao embalo dos corpos suados


E então encontro-me seduzido
pela conversa, pelo jogo de
sedução onde entrei sem perceber
o quanto era importante estar
cativado por alguém, na mente
na vida e no sentimento alheio.

No jogo de corpos entro sem
saber quais são as regras,
é impossível perder algo onde
a tentação é mais alta que
qualquer proposta de casamento,
então me embalo e deixo-me levar
pelo sorriso que fui seduzido,
pela outra-vida que me é doada
aos encontros, essa que não é
nem será parecida com qualquer
experiência vivida anteriormente.


(Celso Andrade)

Um comentário:

DeiSe disse...

'O embalo dos corpos suados', isso aqui seduziu!
Muito bom Celso!
Gostei mais uma vez..
e ficou ótima a nova cara do teu blog!