Páginas

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Fragmentos de uma noite





















Passeia pela casa
anda pelo breu
invade o quarto
senta na cama
me chama para a luta
tira as minhas forças
dissolve-me em lembranças.

Atiro-me no escuro
a procurar por passos
encontrei sombras
amontoadas pelo canto.

vago enquanto me tiras o sono
então choro de desespero
grito para dentro e
pergunto afoito:

De onde vens em meio ao breu
dar-me as mãos na escuridão
da noite?

Ouço panelas tintilar
camas ranger,
lá fora árvores balançam

Escuto num sussurro ventoso

Insônia..!

a querida Silvia, como queira -Sil.


(Celso Andrade)

4 comentários:

Dayane Figueiredo disse...

Eu sofro desse mau.... Insoniaa ¬¬
Achei seu blog por acaso..fuxicando blogs alheioss..rsrs...e adoreiii...Belo textooo..parabens pelo blog!!! beijosss

Dayane Figueiredo disse...

Ahhhh...tenho que te seguir aki..pra voltar mais vezes e ler seus textos maravilhososs... :) BOA NOITE!!! beijos

Sil.. disse...

Celsooooooooooooooooo, meu amorrr de menino.
Bom, eu já me banhei em lágrimas aqui (esse meu lado emotivo que eu nunca quero que acabe).
Meu anjo. Quando fiz esse meu espaço (E nem faz muito tempo), fiz como terapia. Exorcizar meus demônios internos, pra deixar os anjos assumirem eu diria. Sabe aquela fase critica, que voce não sabe se vai, se fica, se some? Então. Aquela fase em que voce não tem o divã, e então escreve aquilo que gosta? Mas o que eu não sabia, era que esse blog me traria pessoas tão queridas. Que mudariam o rumo da minha história, como se quisessem dizer: Eu tbm tenho os mesmos medos que voce, as mesmas dúvidas, perguntas, carências, sonhos? E nessas surpresas da vida, nesse vasto mundão de meu Deus, o cara lá em cima mexeu os pauzinhos e colocou assim, um cara tão bacana como voce na minha vida. Um cara que expôe sua alma com suas palavras, um cara que se jogaaa na vida, um cara com a mala cheia de emoções? E tão jovem, mas com uma bagagem de vida tão grande.
E assim, a fase ruim passou, e se volta vezenquando, ela é mais leve, porque hoje eu te leio. Eu sorvo as suas palavras (As vezes tão minhas), eu me alimento delas, e a minha alma parece não ter mais aquela gana, aquela fome de tantas coisas.
Obrigada por existir. Por SER. Por ESTAR.E PERMANECER.
Tem pessoas que REALMENTE VALEM A PENA.
Um xêro, um abraço apertado, e todo meu carinho, o meus gostar de voce de sempre.
Vou por no meu blog!
Adoro-te. Simples assim!

Dayane Figueiredo disse...

Ah..eu não pareço a Cacau do BBB...rs...mas tudo bem!!!rsrsrsrs