Páginas

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Quantas vezes cairemos na mesma fossa?



Não somos obrigados a aceitas certas verdades
imaginar pode ser uma forma de fugi-las
algumas bocas estarão preparadas para nos sentenciar
alguma atitude que nos condene poderá ser exposta
na nossa face sem hora marcada para acontecer e então
ficaremos perplexo ante a força e o movimento interior
que nos atingirá
pois preservamos a integridade moral das pessoas
o inesperado as vezes fere , machuca
a boca é uma arma de gatilho preparado sem escolher a vítima
e um dia todos cairemos na sua cilada
se tiver maturidade suficiente para entende-las
darei risada da vida e suas brincadeiras sádicas.


(Celso Andrade)

Um comentário:

Sil.. disse...

Ô Celso, eu cada vez que entro aqui, eu não tenho vontade de sair.
Grande verdade meu querido:

"a boca é uma arma de gatilho preparado sem escolher a vítima
e um dia todos cairemos na sua cilada"

Porque a mesma boca que fala será falada.

Um abraço grande.
PS: Te admiro tanto!!!!