Páginas

quinta-feira, 1 de julho de 2010


Desconheço o amor que chega atrasado, a frieza é mais visível que o coração, é um amor que não precisa ser mostrado nem sentido, é como alguém que tem morte cerebral, os órgãos funcionam, mas não tem mais sentido viver.


(Celso Andrade)

2 comentários:

vocepontocruz disse...

Aqui estou.. tocado.. tocando rsrs Do que adiantaria viver se não fosse a emoção rs

Por que você faz poema? disse...

O amor sempre chega na hora certa, mesmo quando se atrasa.